Vazamentos

Vazamento de dados expõe informações de quase toda a população chilena

Pelo menos 14 milhões de chilenos foram afetados


De acordo com Daniel Brown, pesquisador afiliado à WizCase, o problema se encontra em um servidor desprotegido e que está expondo informações pessoais de pelo menos 14 milhões de chilenos - vale lembrar que, de acordo com o último censo oficial, a população total do país é de 18 milhões.

No total, são 3 GB de arquivos comprometidos com registros que incluem nome completo, gênero, endereço residencial, idade, RUT (Registro Único Tributário, que nada mais é do que o RG chileno) e um código de identificação usado para finalidades internas. O vazamento é tão abrangente que o pesquisador conseguiu encontrar até mesmo o RUT e o endereço do próprio Sebastián Piñera, atual presidente do Chile.

Até o momento, não foi possível identificar o responsável pelo servidor; tudo o que se sabe é que ele é hospedado pela empresa texana Softlayer Technologies, que já foi notificada.

Brown ressalta que a exposição ocorreu por conta de uma configuração errônea no mecanismo Elasticsearch, que é usado para adicionar um motor de buscas gráfico em servidores web. Por ser uma solução projetada para uso em redes internas - e não na nuvem -, ao ser instalado, o componente é configurado por padrão com acesso público, permitindo que indivíduos não-autenticados tenham acesso aos arquivos armazenados.

De acordo com a WizCase, até o momento em que esta reportagem foi escrita, o servidor continuava exposto.

 

 

SEE ALSO ...