Redes Sociais

Facebook e WhatsApp são obrigados a compartilhar mensagens encriptadas

Acordo auxilia na investigação de crimes como pedofilia e terrorismo no Reino Unido


Um novo tratado entre Estados Unidos e Reino Unido exige que os aplicativos Facebook e WhatsApp compartilhem o conteúdo de mensagens encriptadas com a polícia britânica. Essas informações serão usadas na investigação de crimes como pedofilia e terrorismo.

 

A criptografia das mensagens é uma forma de manter a privacidade dos usuários, evitando que o conteúdo seja lido por terceiros. Porém, esse recurso tem sido utilizado para a organização de atividades criminosas.

 

Por isso, foi criado o acordo para que as autoridades possam acessar as mensagens, desde que tenham um pedido legal válido. "Nós nos opomos às tentativas dos governos de criar 'portas dos fundos' nas plataformas, pois isso comprometeria a privacidade e segurança de todos os nossos usuários", afirmou o Facebook em uma declaração.

 

Quem pediu o acesso, porém, só pode visualizar mensagens de cidadãos de seus país, ou seja, as autoridades britânicas não podem pedir acesso a dados de norte-americanos e vice-versa. Além do Facebook e do WhatsApp, podem ser solicitadas também conversas do aplicativo Messenger.

SEE ALSO ...